MAIS PÁGINAS BALEIAS!

quarta-feira, 3 de março de 2010

A HÉRNIA E OS BALEIAS!


Os acontecimentos têm sido tantos que resolvi trazer aqui a experiência Baleias com as hérnias.

Em 1990, ao ouvir no corredor do hospital a explicação do médico que operou meu pai de hérnia inguinal sobre o caso, já que foram encontradas durante a cirurgia 4 hérnias, bilateralmente situadas, descobri que tinha aquilo.

Já vinha há algum tempo percebendo uma mexida na região do púbis toda fez que fazia um dos esforços mais primitivos do ser humano. 

Percebido o caso procurei os médicos e em 1991 operei. Infelizmente ainda não era a era da telinha ou então o hospital do servidor estadual não estava afinado com a nova técnica.

Em 1994 o outro lado apareceu. Fui no mesmo médico, mesmo hospital e fiz a cirurgia. Ainda sem telinha. O Dr. me mandou emagrecer, o que não foi novidade porque todas as pessoas do meu relacionamento sempre me diziam isso.

No início de 1999, no auge da minha capa de tecido adiposo a primeira hérnia retornou. Como eu achei que as anestesias doeram muito resolvi não fazer nada e iniciei o relacionamento que continua até hoje de respeitar a hérnia e com ela conviver.

Procuro não pegar peso mas todos sabem que aos homens não é dado sempre recusar o serviço mais pesado com a alegação de problema de saúde. E assim a vida segue. Sobre as corridas o médico que me operou disse, na fila da padaria onde o reencontrei anos depois, que não pode é pegar peso, correr não altera o problema.

E isso é verdade porque estou há mais de 10 anos correndo sem problemas. Somente em Roma no ano passado tive que parar em frente ao Vaticano para empurrar a tripa que estava incomodando. Já completei, com muito orgulho, 14 maratonas e só essa vez tive esse detalhinho.

Porém, os últimos acontecimentos me deixaram com a pulga atrás da orelha. Eu que sempre preconizo o aprendizado a partir de experiências alheias diante da desnecessidade de viver infortúnio semelhante, vislumbrei a luz de aletra. 

A vida nos dá sinais e cabe a nós acatá-los ou desprezá-los.

A hérnia se instalou na equipe Baleias e chegou ao máximo com Ailton nosso recordista de emagrecimento com o estrangulamento ocorrido no treino do último domingo, 28 de fevereiro de 2010, levando-o direto para o hospital. Vai operar essa semana.

A hérnia do Ailton é umbilical e ele disse que o excesso no alongamento é que provocou o estrangulamento, considerado pelo médico caso raro para aquele tipo de hérnia. Segundo li na internet ocorreu com o Ailton que o saco herniário protrudiu através da linha alba na região onde se encontra o umbigo. Achei o máximo!

Não deixa de ser uma ironia da vida. Depois de perder 40 quilos o problema foi ocorrer na melhor configuração.

Rogério Santiago operou tem duas semanas também de hérnia inguinal. Está bem e aguardando 30 dias para voltar aos treinos. Os dois estão fora da Meia Maratona da Linha Verde para a qual tanto se prepararam.
Na foto os dois que emagreceram e treinaram juntos, que têm hérnia juntos e que também tiveram crises e operaram no mesmo momento. Não deixa de ser bonito tanta amizade, não?

Em 2006 foi a vez do grande companheiro de aventuras Wu Arantes submeter-se ao corte cirúrgico para resolver uma hérnia inguinal. Wu, como sempre causando admiração a quem o conhece, operou no início de março de 2006, colocou a telinha e correu a Maratona do Rio no final de junho do mesmo ano. Tenho muito orgulho desse cara.
 Baleia operado

Eu havia decidido operar no ano passado, em 15 de dezembro, mas a animação crescente no seio da Equipe com a São Silvestre e Poços de Caldas me fez adiar. E ocorre também que cirurgia  mesmo simples pode resultar em óbito e se tem essa possibilidade considero adiar sempre a melhor possibilidade.

Acho mesmo que só irei operar na emergência porque aí não terei que escolher a data nem quais corridas adiar. E também posso tranquilizar todo mundo que não vai ser alongamento que vai estrangular minha hérnia. Não somos parceiros.
Não há porque suspender uma performance dessa para resolver o que não está atrapalhando. Vamos aguardar condições normais de temperatura e pressão para operar. Se os planos Baleias da São Silvestre este ano furarem, dia 20 de dezembro eu opero. 

Abraços inguinais e umbilicais para todos. Pensei em colocar foto de hérnia mas resolvi poupar a todos. É tudo muito feio.
Miguel Delgado.

8 comentários:

G.M. disse...

Miguel,
Faço votos sinceros que nada (nem ninguém) obstacule a gloriosa jornada dos Baleias em 2010, em especial a sua.
Estimo boa saúde à todos neste ano.
Grato,
Ass.: Guilherme.

Carlos Henrique disse...

Dizem os sábios do mundo rural que quando corremos o risco de passar por um grande problema de saúde nosso animal de estimação assume nosso lugar. Eu já tive uma experiência real a este respeito. Em 1983, tive uma Mielite Transversa, traduzindo, uma infecção na coluna que me deixou momentaneamente sem qualquer comunicação entre o comandante (cérebro) e meus membros inferiores (incluindo o órgão que nos determina o sexo...rsrs), mas segundo esta teoria não fiquei paralitico para sempre pelo fato de meu cavalo predileto ir a óbito na mesma época. Mas sobre a questão da hérnia, não cheguei a experimentar em meu corpo, dois anos atrás, o melhor e mais querido cavalo que já possui foi vitima de uma hérnia inguinal tão grave que não resistiu, indo a óbito. Apesar da enorme tristeza pela perda de um grande companheiro de competições de enduro equestre (Campeão em varias provas, inclusive campeão mineiro invicto, montado por um conterrâneo de nosso CHEFE Miguel), acredito e espero estar livre desta "sina" dos Baleias.

Dani disse...

Oi Miguel, estimo melhoras à todos os baleias e que nenhuma hérnia ou outro problema de saúde passa afetá-los.
Bjos,
Dani
http://correndoemagrecendo.blogspot.com/

Enio Akio Yuhara disse...

Salve BALEIAS!!!
Aos nossos amigos BALEIAS "baleados" meus votos de pronto restabelecimento.
E que, assim como nosso amigo Wuneni, retornem rapidamente aos desafios das corridas.
Saúde à todos!!
Abraços

Marildo Nascimento disse...

Oi Miguel estimo que todos se recuperem numa boa e voltem o mais rápido ao convívio das ruas.
Fique esperto quanto a sua e nem pense em nos abandonar!
Abraços
Marildo Nascimento

Didice Godinho Delgado disse...

Melhoras ao setor da equipe que está em recuperação e desejos de que volte logo brilhando às pistas. Quanta coincidência! Unidos nas corridas e nas pedras (nesse caso, hérnias) no meio do caminho. Quanto a você, Miguel, é preciso saber o momento de parar de adiar um problema e enfrentá-lo. Não sei se é esse o seu caso, mas vai a observação, "por las dudas". E... desculpe o tom de irmã mais velha! Abraços, Didice

Corridas e Maratonas disse...

Agradeço pela visita em meu blog, estarei aqui tb contribuindo com esse nosso universo maravilhoso das corridas: amigos, superações, aprendizados, experiências, frustações, alegrias,enfim, isso é viver!! Saúde, paz e muito suor, corridas, tempo, ritmos, abraços!!! pri

Katryny disse...

Oi Miguel, aproveitando o embalo da Pri, também agradeço a visita ao meu blog. Adorei descobrir essa vontade de se superar de vocês e também de descobrir o mundo correndo. Também vou entrar nessa... Quem sabe não nos vemos ém alguma prova por aí?
Grande abraço e fé que tudo vai dar certo.
Já estou colocando um link de vocês no meu blog