MAIS PÁGINAS BALEIAS!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

MARATONA DE PUNTA DEL ESTE 5ª ETAPA DO DESAFIO SUL-AMERICANO CUMPRIDA NA COMPANHIA DOS AMIGOS E AMIGAS!!

 
Queridos amigos e amigas Baleias e queridos amigos e amigas que gostam da Equipe Baleias, resumindo, Querido Universo Baleias!

Mais um final de semana excepcional na vida Baleias! Passear pela América do Sul tem sido, a cada maratona, a ideia mais comemorada dos últimos tempos. Como tudo é bonito, bom (tirando as tripas do boi que a gente encontrou, e comeu) e alegre. As pessoas são simpáticas, gentis e não há motorista de taxi que vá mudar meu pensamento.

A Equipe que mais cresce no mundo das corridas esteve representada nos 42.195 m por Wu Arantes, Tinil, Ênio Henriques, Miguel Delgado e, com efeito retroativo, também por Felipe Saraiva - RJ, que aderiu à Equipe na segunda feira em Montevideo. 

Nos 21.095 m a Equipe esteve representada também com efeito retroativo por Alfredo Saraiva, pai de Felipe nosso novo maratonista, ambos trazidos pelas mãos mais recomendadas do mundo das corridas, apadrinhados que foram por Denise Amaral, a lendária maratonista que completou sua 79ª maratona, e seu marido Luiz Antônio, grande amigos Baleias para nosso total orgulho.

Os dois serão apresentados nos próximos registros do blog com o carinho que os padrinhos e os novos Baleias merecem de nosostros.

No apoio Baleias e como fotógrafo oficial da Equipe em plagas uruguaias compareceu Marcelinho Lopes Delgado, o caçula desse orgulhoso pai e missivista eletrônico.

E para aqueles que esperam ávidos pela notícia: ganhei novamente do Wu. Repetimos quase os tempos do Rio de Janeiro, 4h e 24 a 4h e 48. Wu errou no treinamento antes da prova e exigiu muito de seu corpo que cobrou o preço. Eu já disse: treino demais faz mal.

Mas como é tradição nesse blog a festa começa dentro do avião, sinal de felicidade Baleias!
Wu não tem se preparado bem para as fotos e as lentes são implacáveis.
Em São Paulo, nas várias horas em que esperamos para prosseguir viagem encontramos um amigo  na Sala da Justiça e com isso tivemos a primeira oportunidade de apresentar ao mundo o novo casaco Baleias.
O frio do Uruguay nos permitiu usar e abusar do nosso novo casaco, dupla face, como podem ver, Wu em preto e Miguel Delgado na cor tradicional da Equipe. Depois de colocar Marcelinho para dormir esperamos Mayumi até as duas da manhã mas desistimos.

No outro dia combinamos de descer para o café mas o registro do momento não ficou bom e com isso Mayumi chega no blog já nos passeios pela cidade.
O Museu do Carnaval. Muito legal saber que por aqueles lados gostam tanto quanto nós do carnaval e do candomblé, lá sem o "l".
Mayumi e Baleias assistem atentamente um vídeo sobre o tema.
Uma bela foto que poderia ter como título nesse mundo MBA: "contextualização".
Os dois vultos. Marcelinho e seu pai fazendo arte sobre arte de forma a perpetuar a máxima de que Baleias também é cultura!
Wu em seu momento de arte carnavalesca! Tomamos uma bronca pela "instalação" que criamos. Tinha uma linha no chão que não era para ser transposta. O momento das artes e cultura no mundo Baleias é o momento de homenagear os amigos mais eruditos e cultos e nossa lembrança sempre vai para o grande amigo Ivo Cantor a quem esperamos um dia se juntar a nós nessas festas corridas memoráveis.
A troupe Baleias ainda sem Tinil e Ênio, mas com os casacos Baleias, clicada por Mayumi em momento de homenagem aos amigos Baleias de Belo Horizonte, Carlos Henrique e Sérgio, esse que aguardamos com muita expectativa aderir às corridas.
No Porto de Montevideo. Rio de La Plata. É incrível entender e aceitar que tudo isso que vimos é rio.
Experimentando a Parrilhada no Mercado del Puerto, restaurante Verônica. Esse prato é meio pesado mesmo para Baleias. No mercado dividimos as funções e Mayumi ficou com a responsabilidade de levar o imã de geladeira para o amigo Ricardo Hoffmann.
Plaza Constutucion. O momento Baleias de prestigiar o respeito às regras.
E a plaza que homenageia um momento Baleias de muita concentração. Por coincidência, na volta a Montevideo para tomar o caminho de casa, ficamos hospedados em hotel nessa plaza.
A empresa de ônibus Baleias já apresentava os sinais de que o final de semana seria vivido com viés gastronômico. Esses uruguaios sabem de tudo! Uma cidade tranquila com motoristas educados que paravam para que atravessassemos as calles.

Uma cidade muito simpática num movimento traquilo de fazer inveja aos que gostam de paz no trânsito. Era sexta-feira e parecia que todos estavam no ritmo Baleias.

Partimos então para Punta del Este em busca do clima da maratona. No ônibus uma surpresa para lá de agradável.
Tinha internet wi fi dentro do ônibus e deu para dar uma conferida no blog Baleias. Visitamos também o blog da Mayumi para deixar uma bandeirinha do Uruguay. Em nossos blogs as bandeiras são suadas, verdadeiras, conquistadas uma a uma.
E no fim do dia Tinil se junta a nós. O grupo se fortalece com a chegada do Goieniano, nosso Baleias mais Queniano, embora de Goiânia. A primeira noite em Punta del Este no local que viria a ser a Sede Uruguaia Baleias.
Logo no início dos passeios de sábado ultrapassamos uma rua que nos deu saudades dos amigos paulistas que encontramos na Volta da Pampulha, São Silvestre e Santiago entre outras provas paulistas.
Fomos em busca de Paulo Picanha em seu hotel chique. Na foto acima mais uma oportunidade de mostrar o casaco Baleias. Nessa altura Tinil já havia encomendado o seu. A importância do casaco para um corredor Baleias transcende o inverno brasileiro porque ele pode estar do outro lado do mundo num singelo final de semana e enfrentar o frio pungente ou mesmo a neve. Neve que eu, Marcelinho e Wu ainda não conhecemos.
O grande sofá Baleias de Paulo Picanha mereceu um registro do movimento que ia crescendo a cada encontro. Paulo ficou para mais alguns banhos em águas sulfurosas buscando meios de melhorar a performance já que os joelhos melhoram a cada dia. Paulo também pediu o novo casaco Baleias.

Continuamos nosso passeio por Punta del Este e Miguel e Wu, que estiveram em Quito correndo a 2.800 metros e também a 4.100 em visita à montanha da região não resistiram a uma celebração dos singelos  16 metros acima do nível do mar de Punta del Este.
Nosso passeio continuou pelo Porto de Punta del Este onde tivemos a oportunidade de conviver com a fauna marinha que não se vê com facilidade.
Baleias observando parentes.
Para nossa alegria o encontro com Paulinho Stone, organizador, junto com seu pai Paulo Silva, da Maratona de Porto Alegre e 10 Milhas Garoto, dentre outras excelentes provas brasileiras. A amizade nascida na Maratona de Assunção foi muito celebrada. Paulinho é corredor de 10 km. Achamos pouco....
A Holding Baleias se encontra presente em várias construções de Punta del Este.
No frio que estava paramos para um café chique e caro numa cafeteria linda e cara de Punta del Este. Valeu cada Peso, todo corredor tem direito a uns momentos de extravagância.
Da cafeteria fomos em buscar o kit no hotel Cassino Conrad. Parecia um Shopping mas era um hotel. E não é que Elymar Santos estava fazendo show lá??? Toma!!!
Parei o carro, pedi a Marcelinho para vigiar e fui buscar o kit.
Encontramos as amigas da Acorja de Pernambuco, Marinês Melo e a Comradeira porreta Jacqueline. O movimento crescia. Os amigos iam se juntando para a felicidade Baleias. O que são 42 km diante de tanta alegria e satisfação de encontrar todo mundo.

E o momento mais sublime e marcante da entrega do kit: o encontro com a Musa Baleias Denise Amaral que completou em Punta del Este sua 79ª Maratona e completará em Berlim, no mesmo dia em que estaremos sofrendo, felizes da vida, em Foz do Iguaçu, sua 80ª prova na distância.
No pódio, o sonho Baleias em toda prova.
E eis que Marcelinho, o fotógrafo oficial Baleias flagra Marinês Melo pensando em como fazer para ganhar dos corredores Baleias que estão em Punta.
No passeio pelo hotel shopping Wu e Tinil deparam-se com a propaganda dos sonhos. Nos hotel será realizada a Oktoberfest. Calma meninos, Berlim e Munique nos aguardam em 2011.
Com um pouco de chuva resolvemos sair do hotel rumo ao nosso restaurante preferido, El Tonel.
Os Baleias vão comigo no carro que papai emprestou e Marcelinho vigiou.
Nosso primeiro almoço em Punta del Este reunindo Baleias e Acorja com a estrela especialmente convidada Mayumi.

Ficou combinado que a gentil família de Paulo Picanha, Helena, a esposa mais paciente do mundo, Paulinho e Heloísa os simpáticos filhos receberiam Marcelo na manhã da maratona para que ele tivesse melhor sorte do que ficar no quarto do hotel esperando o pai chegar. 
Com satisfação agradeço a gentileza à Paulo Picanha, Helena e aos meninos que cuidaram de meu caçula que tanto amo, com tanto carinho.
A visita ao local da largada para fortalecer o clima. Afinal viemos aqui para correr!! O registro é de Marcelino que abriu mão do sucesso para registrar o momento dos amigos. Paulo Picanha e sua simpática família foram para outros passeios.
 
No sábado ainda, um pouco mais tarde, Ênio Henriques Júnior, o Ênio de BH chegou completando o grupo para a prova. Na oportunidade conhecemos também mais um legítimo representante pernambucano Paulo Madoff, o independente, o primeiro à esquerda. Não é Corre e também não é Acorja. Estamos aguardando sua definição.

Mais à noite encontramos também Guilherme Maio e seus primos Mário e Cida. O grupo de amigos crescia em número e qualidade.
Ficamos prontos no grande dia. O café foi cada um por si então ficou sem foto. Mas conseguimos uma mais ou menos como se fora da largada. Ênio estava no banheiro lutando para se colocar em condições.

Levei Marcelo para o hotel de Paulo Picanha e desci com atleta acorjiano para a largada onde vivemos bons momentos embora tenha ultrapassado bem as 8 horas. Como nosso hotel era muito perto deu para realizar expedientes normalmente complicados com muita prescisão, mas que prefiro poupar a todos dos detalhes permenorizados. 

Enquanto esperávamos o tiro de largada formamos um grupo bem grandinho e bem barulhento na linha de largada. Os momentos alegres começaram com o encontro com Denise Amaral e Luiz Antônio que eu não vira na entrega do kit. Sei que foi feita uma foto do grupo todo com Denise, mas não não tenho certeza por quem. Se o proprietário desse registro histórico ler esse blog, por favor mande a foto para mim. Ainda vou resolver esse problema Baleias de ausência de fotos da prova em si.

Rapidamente encontramos nossa amiga Stephanie Perrone, blogueira que é responsável por nossa entrada no mundo dos corredores blogueiros ao aceitar, antes de termos um blog, que eu e Wu participassemos do jantar de confraternização que organizou na Maratona de Porto Alegre em 2009. A corredora é de ponta e foi segunda em sua faixa etária na Meia Maratona e 8ª no geral.

O outro momento alegria foi o encontro com Peter Bennett e Yen Nguyen, casal de Houston/Texas, que disse ter ido para Assunção por intermédio do folder da prova que  eu e Wu distribuimos em Quito. Eles estão num Projeto que ao mesmo tempo enche de água a boca Baleias e mostra como nosso Projeto América do Sul é singelo. Estão fazendo 50 maratonas em 50 países diferentes e Punta del Este é a 42ª. 

Quando Yen começou a falar comigo em inglês não me apavorei e lancei mão de Ênio, que domina a língua e já fizera esse tipo de contato com os Quenianos em Poços de Caldas. Mas ninguém jamais tirará de mim o som da voz de Yen dizendo: "I love the website". Fiquei doido! Quis iniciar a prova naquele instante dada a energia que se apossou de mim. De outro lado queria também pedir silêncio a todo mundo na largada para que ela pudesse repetir! É bom demais. 

Falamos para eles que podem fazer contato no blog em inglês que temos vários Baleias que dominam o idioma.

Na largada conhecemos também Eduardo, outro simpático pernambucano que foi correr os 10 km. Imagina o custo de cada km? A maratona é mais barata. Encontramos também Maria José, a maratonista piauiense de São Paulo e Graça Bernadino, nossas grandes amigas desde Assunção

A prova se desenvolveu como ocorre no seio Baleias. Cada um sai correndo e combina de encontrar depois na chegada. Mas teve uma diferença. Eu e Ênio combinamos de fazer a prova juntos. E assim foi.

Ênio foi de treinador e eu fui de pupilo. Nunca tomei tanta bronca na minha vida de corredor. Está abaixando muito a cabeça, está puxando muito, está indo muito devagar, etc..... Não era eu que estava abaixando muito a cabeça era a cabeça que teimava em abaixar muito. Hoje em dia até a boca cai ao cochilar. Fazer o que?

Mas foi muito bom e sou agradecido ao Ênio pela gentileza de me acompanhar, ele que poderia ter feito tempo ainda melhor. 

Ultrapassamos Wu já no km 5, com a alegaçao de dor. Mas eu que não sou bobo fiquei atento, porque dor passa e Wu recuperou muito terreno tentando dar a virada para cima de moi.

A paisagem é muito bonita e a hidratação muito boa. O melhor da prova que achamos foram os marcadores de ritmo. A moça que fazia para 4h e 10 era muito simpática, animada e preocupada com os corredores que a acampanhavam. Seguimos durante vários kms mas depois não deu. Dizem que ela chegou com apenas dois corredores acompanhando. Nos vimos mesmo alguns pelo caminho.

Durante a prova encontramos vários amigos que sempre estão nas maratonas e a todos abraço. Uma hora dessas fortaleceremos nossos laços.
Tinil foi nosso primeiro Baleia a cruzar a linha de chegada. Fez 3h.09.36, ficando em 5º na categoria 45-49.
Nossa amiga Jacqueline cruzou depois de Tinil ultrapassando em pouquissimos minutos as 4 horas embora tenha prometido levar o Wu para o sub 4. Há uma suspeita de que ela tenha quebrado Wu. Obrigado Jacque!
Ênio o segundo Baleias com 4h. 22.52, ficando em 47º na mesma categoria do Tinil.
Miguelão, o gordão, chegou bem para caramba em 4h.24.49, em 55º na mesma categoria dos Baleias acima. Ganhei de muita gente, daqui a pouco dou a lista.
Nosso amigo Paulo Picanha ganhou de Wu e avisou na chegada que sou a próxima meta. Por isso estou de regime desde que cheguei de Punta. Obrigado Paulo Picanha.
A classe de Wu para cruzar o pórtico de chegada.
O grande amigo fez 4h.48.45, ficando em 33 na categoria 50-54. Disse para mim em BH que minha vitória foi circunstancial e que a luta continua.
Marinês Melo nossa amiga da Acorja que brilhou nesse final de semana e venceu de forma inconstestável Mayumi e Guilherme Maio. Na foto Jacqueline espera a grande amiga cruzar a linha de chegada. Sobre a outra moça da foto, que está de amarelo e vermelho atrás da Jacqueline, eu sei que tinha algo a dizer mas não me lembro.
Mayumi chega com estilo e raça posando para os fotógrafos brasileiros.
A foto com o casal de Huston Peter e Yen. Combinamos de encontrar nas maratonas de Buenos Aires e Bogotá. Aguardamos ansiosos a manifestação deles no blog. Eles pertencem a um Clube norte-americano que tem desde o nome a indicação que o objetivo é correr 50 maratonas em 50 estados norte-americanos mais o DC deles. Eles fazem muito mais do que isso.
O registro com o Super Herói Uruguaio. À esquerda Paulo Madoff, o pernambucano sem equipe que perdeu para Miguel Delgado embora seja muito mais novo e muito mais leve.
A Equipe Baleias na chegada da Maratona de Punta del Este na ordem de classificação. Encerrada a participação na prova tinhamos um encontro com os amigos.
Na Sede Baleias no Uruguay o brinde do dever cumprido. Nessa mesa perdi de dois e ganhei de 4 corredores. Mário, pelo resultado oficial ganhei no bruto e no líquido. Na turma toda perdi ainda de Jacque, mas ganhei de Picanha e Marinês.
Paulo Picanha que chegou com a família logo depois se diverte com os meninos pelo contato com Patrícia durante quase todo o fim de semana.
Acima o momento solene em que Daniel ao centro é aclamado Presidente Baleias no Uruguay e o restaurante El Tonel é firmado como a Sede Uruguaia da Equipe Baleias. Na foto ainda Alexandro, nomeado Secretário Geral Baleias no país.
Completando o quadro administrativo uruguaio, Júlio, nomeado Vice-Presidente. Os amigos Baleias uruguaios deixaram de fechar o restaurante às 16 horas para continuar nos recebendo. Daniel, o proprietário e presidente Baleias no Uruguai, nos presenteou a todos com um belo regalo da Sede Uruguaia Baleias.
E o dia se encerrou pleno de felicidade com Wu e Tinil partindo no próprio domingo para o aeroporto.
Deixamos Punta com a sensação de que acenavam para nós em despedida. Valeu!
No dia seguinte retomamos os passeios por Montevideo para que Ênio conhecesse a capital uruguaia. A imponência do General Artigas na Plaza Independência é clara.
Registramos o Teatro Solís e seguimos pela Ciudad Vieja rumo ao almoço no Mercado del Puerto.
E lá, para nossa alegria, mais um agradabilíssimo encontro com Denise Amaral, Luiz Antônio e os novos Baleias Felipe, em primeiro plano, claramente um maratonista Baleias nascido para correr com o Manto Coral e Alfredo, seu pai, corredor da meia-maratona. O clã Saraiva aderia naquele momento à Equipe Baleias.
Encontramos também com o clã Maio e tivemos gratas promessas de ter Cida correndo a Volta da Pampulha em estreia na distância. Muito simpáticos os primos de Guilherme Maio que conversam e sorriem normalmente.
Um dos últimos momentos no Uruguay o registro da fome ninja de Mayumi.
Três joias do mundo blog andando por Montevideo.
A despedida de Guilherme Maio com a promessa de continuar mostrando ao amigo que a vida pode ser muito mais leve do que se apresenta e que correr é uma dádiva, mas que só serve se for bom!
Ficou a sensação de que Alberto Peixoto passara por alí no centro de Montevideo.
E um Delgado encontrado trabalhando na recepção do último hotel é motivo também para um registro. A familia está tem todos os locais do planeta.
Termino esse registro do final de semana da Maratona de Punta del Este com a simpática Baleia lá conquistada. Na região tem um local chamado Punta Ballena que infelizmente não tivemos como visitar.

Agradeço a todos os amigos o grande encontro. Da Acorja, Paulo Picanha, Helena e meninos pela companhia e pelo sensacional apoio que deram ao meu Marcelinho, Jacque e Marinês pela simpatia de sempre.

Agradeço também aos novos amigos Paulo Madoff, Cida e Mário Maios pela companhia, boas conversas e a vitória já no primeiro encontro.  

Denise Amaral e Luiz Antônio, corredores pelos quais tenho a maior admiração e apreço, agora ainda mais amigos pelo carinho do encontro em Montevideo na segunda-feira pós prova. 

Aos novos Baleias Saraivas do Rio de Janeiro, Felipe e seu pai Alfredo pela disposição de envergar o Manto Coral pelas corridas do mundo.

Todo o pessoal do Uruguay que nos acolheu, em especial nossos amigos do El Tonel, Júlio do hotel Gaudi e todos os demais amigos do Mercado del Puerto.

Aos novos amigos Peter Bennett e Yen Nguyen que certamente encontraremos por esse mundo das maratonas e que me deram uma alegria danada com a frase "I love the website"!

A Mayumi pela simpática companhia o tempo todo e também Guilherme Maio que esteve conosco quase sempre.

Por fim aos amigos Baleias Tinil, que a cada dia se empolga mais com a Equipe, ao Ênio pela companhia e ao grande companheiro Wu por mais uma vitória.

E o maior agradecimento de todos a Marcelinho meu filho que suportou a alegria do pai de falar...falar.... e falar ficando em muitos momentos prejudicado por passeios que poderia ter feito. Eu vou mudar. Vou buscar o equilíbrio, embora se fosse equilibrado não seria gordo. Vamos ver o que dá para fazer. Obrigado meu filho, sua companhia me fortalece.

Um grande abraço ao Universo Baleias.  

Foz do Iguaçu, Argentina, Colômbia, Suriname e a Venezuela nos esperam. Lembrem-se todos: ao encontrar uma camisa laranja escrito Baleias aproximem-se, alí tem alguém que gosta de falar sobre corridas.

Miguel Delgado. C.E.O. Baleias, feliz da vida!!

27 comentários:

GILMAR FARIAS disse...

Miguel,
A festa está cada vez melhor. No futuro, você terá que fotografar com uma grande angular, se quiser que todos apareçam na foto. Toda prova entra gente nova, que grupo maravilhoso! Adorei o casaco. Confesso que superou as minhas expectativas, está lindo! O número 2 virou "expediente complicado"? Que luxo!
No futuro, BALEIAS e ACORJA terão dificuldades em estabelecer diferenças, estarão todos no mesmo balaio, quero dizer, na mesma corrida. Parabéns por concluir mais um sonho e nos presentear com esse fantástico relato.
Grande abraço!
Gilmar
http://www.fotocorridagilmar.blogspot.com/

Dani disse...

Oi Miguel. Ué, vcs não vem pra Maratona de Ctba ou esqueceu de colocar na lista?
Parabéns pela prova e por mais uma maratona concluída.
Bjos,
Dani

Fábio Namiuti disse...

Que belo registro! Mais um, como de costume. Por enquanto, dei uma passada de olhos, volto depois com mais tempo e calma para saborear. Mas já gostei muito de uma frase que li:
"O que são 42 km diante de tanta alegria e satisfação de encontrar todo mundo".

Pra mim, isso é o resumo de tudo!

Parabéns, Miguel e todos os Baleias presentes.

Abraços e até quaisquer 42 km por aí! (estou de folga deles por hora, mas eles ainda estão em mim)

Fábio Namiuti
http://www.fabionamiuti.hd1.com.br

Julio Cordeiro disse...

Miguel,
Valeu pelo grande tempo.Mais uma vitória sobre Wu. Acho que ele está correndo demais e bebendo de menos.
Como é que eu não me programei pra esta festa???
Abraços Pernambucanos e até Foz.

miguel disse...

encontre voce. muy bueno el relato y el blog. Un abrazo desde Uruguay de Miguel a Miguel. http://rochaventura.blogspot.com/

Mari disse...

Gente que relato gostoso de ler, parece que eu estava lá...........risos..........
Sim, mas quem era aquela pessoa de blusa amarela ao lado de Jacque hein? Ops!!!!! não responda, prometo que vou tentar lembrar viu?......risos muitos...........tu não presta né seu cabra.

bjus.......ainda te atropelo numa maratona eu juro.

claudio dundes disse...

Punta que o pariu. Mas que pelo fim de semana maratonístico.

Parabéns a Mayumi. Ao Guilherme Maio por não ter desistido e toda a galera Baleias.

Grande abraço do Parceiro Claudio Dundes

Paulo Madoff, ex- Paulo Gustavo disse...

Turma Baleias,

Correr uma maratona sempre é motivo de felicidade...mas correr ao lado de uma turma animada com vocês, torna a experiencia inesquecível.

P.s. Falei correr ao lado como maneira de dizer, afinal, Miguel, Tinil e Enio, chegaram muito na minha frente (como o Miguel, não perdeu a oportunidade de comentar).

G.M. disse...

Miguel,
Parabéns por mais uma excelente maratona.
Grato pelas risadas proporcionadas.
Sempre uma satisfação vê-lo.
Obrigado,
Ass.: Guilherme.

Dona D disse...

A cada relato que leio e a cada Baleias que encontro tenho mais certeza que estou com a galera certa! Tenho muito orgulho de vestir o manto coral!

Este encontro uruguaio deve ter sido memorável! Meus parabéns por mais uma Maratona completada.

Ainda vou correr com vocês.

Ah, e meus parabéns por arrancarem um sorriso do Guilherme!

Um super abraço a todo o Universo Baleias!

TINIL MANGUAÇA disse...

Prezados Irmãos Baleias e amigos em geral,

Foi realmente mais um final de semana espetacular. A convivência com mais um irmão que eu não conhecia, Ênio de BH foi extraordinária. Não sei porquê o Miguel diz que ele é o BALEIAS mais sistemático da equipe? Não será o contrário?(rs,rs!). Extraordinária também foi a convivência com o Marcelinho. Gente boa, tranquilo, amigo. Penso que ainda vai ensinar muito o PAI. Wu, meu eterno irmão e parceiro manguaça. A cada encontro mais o admiro, e mais enxugo. Desta vez foi a PATRÍCIA.O Ênio, quem diria, também faz parte desta ala manguaça dos BALEIAS. Só do nosso Quartel General em Punta se chamar EL TONEL e a filial já inaugurada por lá ter o nome de EL BARRIL, o torna também o LAR ideal de TINIL, WU e ÊNIO.
Não dá para esquecer as excelentes companhias de Mayumi, Marines, Jackeline, Paulo Picanha e Família, Paulo Augusto, Guilherme e tantos outros amigos.Mas nada é tão emocionante, agradável e fraterno do que estar, sempre que possível, ao lado de nosso BALEIA MOR MIGUEL. Agradeço, de coração,grande Miguel, por fazer parte desta família. Você é o CARA! Até FOZ.

jacqueline disse...

Que relato!!! Dei boas gargalhadas.. do que foi dito e, principalmente,das entrelinhas.. kkkk Essa parceria Acorja e Baleias combinou como cuscuz com leite...Momentos felizes...é isso que levamos da vida. Obrigada a todos os baleias e amigos dos baleias que só alegram nosso maraturismo. Mayumi adorei conhecê-la pessoalmente!

Gilberto Fotógrafo disse...

Miguel,

Show de bola. Belo relato. Agora, o que me deu inveja mesmo, foi aquele prato de carne de que se servia a Mayumi. Que inveja!

Abraço,

Lobato
(Fotógrafo oficial Baleias e amigo Baleias)

Mayumi disse...

Pô, Miguel! Aquele prato de carne me fez pesar dois quilos a mais!!! Vou levar uma bronca tamanha da nutri!!! Rsrsrs. Estou correndo atrás do preju! Rsrs.
Muuito obrigada pela companhia de todos! esta viagem foi muito legal! O Marcelinho é tudo de bom! Que menino comportado e inteligente!Ele tem razão! Não é o Miguel que educa a criança, é a criança que educa Miguel! Rsrsrs. Bjs e até a próxima! Pode deixar que eu aviso onde vou! Kkkkk.
Memê! Um ponto pra mim! Rsrsrs.

Ricardo Hoffmann disse...

Mais uma festa magistral!! eu tenho certeza que essa festa na América do Sul vai render um excelente livro. Parabéns CEO e equipe pela bela representação. A combinação com ACORJA foi perfeita, como lembrou Jacqueline acima. Que venham muito mais!! Grande abraço e até qq hora.

Anônimo disse...

Parabens pelo relato, Miguel!

Belíssima aventura maraturística!!!

Agora, é um absurdo a Maratona do Sol Poente, 16/out, não ser incluída no roteiro da sede mundial Baleias. A sucursal NE da equipe encaminha veemente protesto, ao tempo em que, ressaltando que Fortaleza fica na América do Sul, renova protestos da mais elevada estima

Grande abraço, cabra!

Rodrigo Xavier disse...

Bela equipe amigo!

Belo blog também.

Viajei no relato hein.. maratona show. Parabéns pelo tempo.

Abraço.. seguindo...

Rodrigo Xavier

Matheus disse...

Parabens a todos voces! A maratona realmente foi um maximo! sou de bh e fiz a meia... pena que nao consegui achar nenhuma foto no site oficial, e perdi o site de um fotografo que estava vestido todo com coisas do brasil...alguem tem o site dele ai? bom de qualuqer forma sucesso a todos ai e boa sorte na proxima maratona!

elis disse...

oi, miguel!
olá, grande, e cada vez maior, equipe baleias!

é sempre uma dádiva ler esses seus posts, miguel!
nossa, são ótimos!
me diverto muitíssimo, de fato, dou é boas gargalhadas kkkkkkkkkkk

que bela festa vocês fizeram!
e sempre arrebanhando mais e mais adeptos;) como não se sentir baleias, se a gente morre de ri, e de prazer, em comunhão, em estado de graça mesmo, ao ler vossas incríveis aventuras mundo afora?! ;)

que venham mais e mais maratonas... se correr maratona é bom, ler o relato da participação de vocês nesses desafios é o nirvana;)

muitas conquistas ainda aguardam essa simpática equipe, e eu certamente estarei por aqui acompanhando;)

bjs
elis

Mariana disse...

Oi Miguel. Obrigada pela visita ao meu blog. De tanto ler o seu e de Julio fiz um. Mas já recebi a dica para migrar para o blogspot. Em breve mudarei. Um abração. Mariana Cordeiro

Mariana disse...

Oi Miguel. Obrigada pela visita ao meu blog. De tanto ler o seu e de Julio fiz um. Mas já recebi a dica para migrar para o blogspot. Em breve mudarei. Um abração. Mariana Cordeiro

satrijoe disse...

MIguel, excelente relato. Não sei qual sua atividade profissional mas vc tem duas alternativas se o plano A não der certo: Guia turístico e repórter maratonístico free-lancer! Os posts recheados de fotos estão chegando à perfeição. Agora só falta registrar com fotos as corridas em si. Vc pode fazer como o pinguim, dá um sprint tira fotos, depois corre mais e tira mais fotos! kkkk

Parabéns a toda a equipe. Deu vontade de estar lá com vcs!

abs,
Shigueo

PS: Abraços pela nova aquisição tb!!!

MarceloCalix disse...

Fiquei muito tempo na dúvida entre correr Assunção ou Punta. Depois de muito consideração escolhi Assunção.

É claro que eu ainda não era dos Baleias e não sabia que deveria ter corrido as duas!
Ainda chego lá.

Só pra variar, muito bom o relato.
Parabéns a todos.

Um abraço,
Marcelinho

Superpinguim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Superpinguim disse...

Olá Miguel!

Mais uma vez quero lhe parabenizar pelo ótimo relato e também por ter baixado o tempo médio "de las maratonas sudamericanas".

Que bom que vocês também conheceram a cidade de Montevideu, gosto muito de cidades históricas, pela infraestrutura e pela arquitetura ela também merece ter sua maratona não é verdade?

Eu quase fui para Maratona de Punta del Leste, cheguei até a negociar meu trabalho fotográfico com a organização e eles até me perguntaram do que precisava, o meu pedido foi: uma passagem ida e volta, hospedagem, inscrição e mais 500 dólares, eles podem ter achado que pedi demais, mas esse é o meu trabalho, eu achei um pedido justo e possível.

Sei que esta muito em cima para iniciar a negociação para a Maratona de Buenos Aires, já estava até aceitando ir por minha própria conta mas como lhe disse por e-mail e também através do meu blog tive um pequeno acidente que em Campos do Jordão onde trupiquei numa pedra em "alta velocidade" quase a 4:40 por km, foram 82 quilos caindo de peixinho, só que não tinha água e tive uma pequena fratura no dedo da mão esquerda, pois a mão direita por instinto foi proteger minha câmera.

Agora estou com o dedo imobilizado, contando a partir do dia 18 de setembro tenho 3 semanas para colar o ossinho da falange, e assim poder correr Buenos Aires.

Ainda espero encontrar vocês na cidade do Tango.

Un fuerte abrazo!

Marcos Viana "Pinguim"
http://marcosvianapinguim.blogspot.com/

Ivo Cantor corre e conta disse...

Encantado com tantas fotos e o texto impregando de humor. Há que se ler com lentidão para saborear a precisa colocação dos termos. E ainda deu um pau em toda a turma das 4h! Parabéns pelo belo tempo de conclusão e pela performande de CEO perante o grupo, no exterior. Abc, Ivo.

irmascordeiro disse...

Oi Miguel. Recebi a dica de mudar para o blogspot, e já fiz isso. Foi muito bom estrear para sentir o nervosismo da primeira vez. Agora quero treinar muito. E pelo jeito vou gostar de longas distãncias como o Julio. Um abração.